Áreas Classificadas

Áreas Classificadas

Parque Natural da Serra da Estrela

O Parque Natural da Serra da Estrela foi criado em 1976, ocupando uma área de 88 850 ha repartida pelos concelhos de Celorico da Beira, Covilhã, Gouveia, Guarda, Manteigas e Seia. O Parque abrange uma extensa área montanhosa, onde se observam os melhores testemunhos de uma paisagem glaciária, a nível nacional, e inclui o ponto mais elevado do território continental, a 1993 m de altitude. O carácter único da serra determina uma biodiversidade rica e abundante e a presença de um número significativo de espécies exclusivas, tais como a silene da Estrela e a lagartixa-da-montanha.

 

Geopark Estrela

O Geopark Estrela foi classificado em 2020, pela UNESCO, ocupando uma área de 2.216 km2, repartida por nove municípios, incluindo o concelho de Seia. Este território apresenta um importante património geológico, do qual se destaca a mais importante e bem conservada herança glaciária, em Portugal. Os valores paisagísticos, culturais e biológicos são também de enorme relevância, desempenhando um importante papel na valorização e desenvolvimento territorial.

 

Sítio Carregal do Sal

O Sítio Carregal do Sal integra a Rede Natura 2000, abrangendo no concelho de Seia uma área de 1125 ha. A paisagem desta Área Classificada carateriza-se pela presença de extensas áreas de afloramentos graníticos, onde sobressaem campos agrícolas, povoamentos florestais e matos. Este Sítio é importante para a conservação do narciso do Mondego, um endemismo lusitano, exclusivo desta região.

 

Sítio do Complexo do Açor

O Sítio do Complexo do Açor é composto por quatro áreas distintas: Mata da Margaraça, Cebola, Fajão e São Pedro do Açor. Apenas São Pedro do Açor abrange o concelho de Seia, numa pequena área situada no extremo sul das freguesias de Vide e Teixeira. Nesta área, com uma superfície de 25 ha e acesso difícil, a paisagem caracteriza-se pela ocorrência de afloramentos de xisto, onde predominam matos rasteiros, a que se associam espécies de flora raras, como Murbeckiella sousae e a gramínea Festuca summilusitana.