Lagoas da Eletricidade

Este é um percurso circular com o ponto de saída e de chegada na Barragem Marques da Silva, também conhecida como da Lagoa Comprida.

Saiba mais

Dirige-se à Lagoa Escura através de um trilho que exige alguma destreza dos caminhantes. Na crença popular das comunidades circundantes acredita-se que esta lagoa é um “braço de mar”, única explicação encontrada ao longo de gerações para justificar pedaços de madeira que surgiam a boiar nas suas águas, nos finais do século XIX e na primeira metade do século seguinte.

Depois de passar pela saída do túnel de Loriga percorre-se um trilho até à barragem do Covão dos Conchos. No percurso é possível distinguir com clareza os “Três Cântaros” da Serra da Estrela, o Cântaro Magro, o Cântaro Raso e o Cântaro Gordo.

O regresso ao ponto de partida proporciona uma vista panorâmica privilegiada das barragens do Covão do Forno e do Covão do Curral, ambas associadas à produção de energia elétrica no Aproveitamento Hidroelétrico da Serra da Estrela.